Eu duvido

Eu duvido da sinceridade e eu duvido da honestidade sempre que as palavras são vazias e ensaiadas, sem sentimento.  Tudo o que é artificial, não parece puro. Tudo que é fútil, parece descartável. Tudo que me diz pode ser jogado na lata de lixo. Não se ofenda. É simples. Basta que da próxima vez você deixe que seu espírito tenha voz.

Anúncios
Esse post foi publicado em Acordar. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s