Conto: A eterna juventude de Lara

Lara sabia que tinha nascido rebelde. Desde muito pequena orgulhava-se de desafiar tudo e a todos. Seus pais, frustrados, culpavam-se pelo jeito impetuoso da menina. Mas Lara sabia que já tinha nascido assim. Lara, de pequena, gostava de fazer tudo o que não era permitido o que incluía escalar o que não devia, correr com sua pequena bicicleta, às vezes, mesmo sem freio, girar sem parar até não aguentar e cair no cimento, escorregar de meia no chão lisinho do sotão, inventar pulos mortais na piscina e fora dela, enfim, tudo o que significasse diversão pura e desafio.

Na adolescência Lara passou a roubar de seus pais tanto o carro, como também um dinheirinho para beber alguma coisa que pudesse lhe dar o prazer necessário. Valia tudo em nome da diversão. Lara era conhecida na vizinhança como garota encrenca e adorava a fama que criara com tantas cicatrizes e aventuras. Os pais de Lara descabelavam-se mesmo sabendo, bem lá no fundo, que Lara era um caso perdido. Ela tinha nascido para viver intensamente. Não havia meios de frear sua gana por vida. Lara era insaciável. Ela queria aproveitar cada minuto de sua vida. Talvez ela já sentisse que sua chama era muito forte para durar muito tempo.

Foi com dezoito anos que Lara conheceu a música. Ela apaixonou-se por cantar, compor e tocar. Como tudo que Lara fazia era intenso, Lara mergulhou de cabeça, apostou todas suas fichas, as fichas que não tinha, e (porque não?) também mais um pouco. Dedicava-se dia e noite. Lara era incansável.

A primeira cheirada foi ideia de um amigo. Ele disse: – Lara, nada vai te deixar tão ligada quanto a coca. Lara nem titubeou, deu sua primeira cheirada e soube: era verdade.

Lara, que já era intensa, na sua primeira cheirada sentiu crescer dentro de si uma vontade de vida ainda mais forte. Lara sentiu que viver era ainda mais incrível quando estava ligada. O que o amigo de Lara não sabia é que Lara era insaciável. Ela queria sempre mais e mais. Foi assim que Lara viciou-se de cara.

De início, Lara trabalhava freneticamente e seu jeito intenso e sua poesia de vida fizeram com que Lara, aos vinte e dois anos, já alcançasse o sucesso mundial. Lara apaixonada pela vida, aproveitava sua fama. Sua vida inteira era uma grande festa. Em busca de mais prazer, Lara foi experimentando mais drogas, cada vez mais. No início, foi sensacional, Lara parecia que poderia explodir de tanta alegria. Depois, Lara ficava triste e queria sempre mais e mais. E nada podia impedi-la. Não foram poucas as vezes em que seus pais insistiram para que Lara se internasse. Lara recusava. Viver para Lara só tinha sentido se fosse para viver no limite, se fosse para aproveitar cada segundo, se cada momento fosse tão fantástico que lhe permitisse morrer no instante seguinte. Fora sempre assim. Nunca seria diferente.

Aos trinta anos Lara morreu. O mundo anunciou aos quatro ventos que havia morrido uma das maiores estrelas de todos os tempos, brilhante poeta e compositora, voz abençoada. Poucas estrelas brilharam tanto, poucas nasciam para brilhar, como Lara brilhou. Houve quem lamentasse que Lara era muito jovem para morrer. Os fãs ficaram inconsoláveis. Houve quem dissesse que Lara em trinta anos viveu mais que muitas pessoas em muitas vidas. E houve quem soubesse, assim como Lara sabia, que sua chama era muito intensa para não se apagar rápido demais. Lara sempre soube que morreria jovem, para ela envelhecer nunca esteve em seus planos. Não tinha sentido viver, dizia sempre Lara, se não fosse realmente viver.

Lara viveu enquanto podia viver, viver de verdade.

 

 

 

 

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Sonhar. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s