Desabafo

Queria poder te falar mais uma vez como eu te amei. Queria dizer que eu entendo tudo o que você fez,  que você estava certo, o tempo todo. Queria dizer que para mim você era perfeito, até seus pequenos defeitos eu amava . Eu sempre me senti privilegiada por conhecer suas pequenas manias, suas particularidades, conviver com você tornava minha vida mais importante, pois eu conhecia meu gênio e meu herói por completo. Eu queria poder mutilar qualquer pessoa que, conhecedora da sua extrema responsabilidade e de sua honra, buscou te causar a dor pela culpa, buscou ofuscar seu brilho por inveja, por maldade, para te controlar, te diminuir, não sei, mas eu queria me vingar de todos e de qualquer um por você. Daria meu sangue por isso. Eu tenho um ódio profundo daqueles desprovidos de talento que querem rebaixar o mundo para não se sentirem tão inferiores, para fingirem que o mundo é de iguais. Não é. Nunca vi ninguém atingir seu brilho e é sempre para cima que olho quando o vejo, pois para mim você sempre brilhou e brilhará. Não acredito que pessoas sem valor tenham o poder de manipular alguém tão brilhante como você, meu precioso diamante. Elas não têm esse poder e nunca terão, por serem baixas, fracas e levianas. Espero que no seu coração você nunca tenha dado esse poder a essas pessoas, pois se o fez, você sofreu em silêncio, e, se eu souber que você sofreu, eu já sofro e irei me vingar sem misericórdia de qualquer um que tenha lhe causado qualquer mal. A elas eu desejo todo o mal por terem ousado sujar o que é eternamente imaculado. O tempo passa e meu coração continua sangrando em silêncio. Não gosto de manifestar minha dor. Gosto de parecer forte e, quem sabe assim, me tornar forte, como você era. Você sabia, como eu sei, que manifestar tristeza é fraqueza e que os fracos não têm vez, pois a vida é dura, muito dura. Era assim que você costumava brincar com a gente, se lembra? Se eu pudesse conversar com você novamente, provavelmente eu iria te abraçar soluçando, minha garganta teria um nó e eu torceria para que meus olhos pudessem dizer em silêncio tudo isso que agora eu lhe digo em pensamento.

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Sonhar. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Desabafo

  1. Adoreei o texto. Muito bonito, Eliane!
    Beijoos;*
    Naty.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s