Mentira

Acho incrível como a falta de caráter passou a ser aceitável. Mentiras bobas e idiotas são espalhadas sem receio algum, sem qualquer preocupação. É com uma facilidade incrível que doenças aparecem, parentes são assassinados e desculpas esfarrapadas são desenvolvidas. Todos contam uma mentira. Há até quem opte por chamar de mentira branca. Para mim mentira é sempre mentira. Eu não acredito em mentira leve, mentira que não faz mal, mentira para não magoar. Eu acredito na verdade. É a verdade que te fortalecerá. É com a verdade que você pode mudar seu comportamento. É a verdade que fará com que a vida que você escolheu para viver seja realmente digna e real. Eu quero a verdade, a realidade, o conhecimento e a liberdade. Com a mentira, eu sei que posso ser até mais feliz, pois várias verdades nocivas foram escondidas de mim. Mas qual é o mérito de se viver em uma bolha artificial de felicidade? Qual o mérito da ignorância? Qual o mérito da escravidão? Qual o mérito em se perder o livre-arbítrio por viver segundo uma realidade que não existe, nem nunca existiu?

Anúncios
Esse post foi publicado em Acordar. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s