Meu filho em meus braços

Eu queria uma alegria extasiante. Aquela alegria tão incontrolável que o sorriso só não é suficiente e os olhos extravasam em lágrimas. Queria que durasse muito e que sobrevivesse eternamente em minha memória. Sei que alegrias como essa são preciosas, raras e por isso não podem durar mais que alguns segundos, mas que ela tenha o sabor da eternidade em minhas lembranças. Que você possa também se lembrar de como um dia eu lhe sorri, de como foi verdadeiro, que você possa não se esquecer que são os sentimentos reais que valem mais a pena. Sim, eles existem e são maiores que nós! E que nem o tempo ou a distância possam afastá-lo dessa lembrança, que ela possa dar-lhe o calor necessário em uma noite fria e escura e brincar com seus lábios para esboçar um sorriso depois de muitas lágrimas. E que, enfim, ela sempre nos faça lembrar das coisas boas da vida e do que realmente importa. Quero disso nunca me esquecer.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sonhar. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Meu filho em meus braços

  1. Só tenho que te parabeniza-la e desejar muita felicidades a todos vocês Eli. Que esse seja só o primeiro sorriso e que a alegria aumente cada dia que passa.

    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s