Verdadeiro homem livre

Talvez um dia eu descubra porque abomino tanto os sonhos banais e corriqueiros das pessoas ditas normais. Talvez eu odeie o fato delas se satisfazerem com tão pouco. Talvez odeie seu conformismo, o ato de calarem-se resignadas de que a segurança é o bem maior, matando na gaveta mais asfixiante e escura seu maior sonho. Talvez eu odeie que fiquem submersas nesse monte de ilusão que criamos para não termos que enfrentar o tempo e o fazermos passar mais depressa…Talvez esse seja afinal o motivo do mundo hoje correr tanto: fuga. O medo terrível de quando tiverem tempo livre não saberem o que fazer com ele, não serem interessantes o suficiente para ficarem sozinhos e descobrirem que na verdade nada são além do supérfluo, do que lhe ensinaram, do que ouviram, do que esperam que façam eles da vida…Robôs treinados para não sentir e não viver. Saudades da verdadeira vida, da espontaneidade, da revolta, da luta, de tudo que não é seguro. Saudades do verdadeiro homem livre. Onde está você?

Anúncios
Esse post foi publicado em Acordar. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Verdadeiro homem livre

  1. Acredito que o verdadeiro homem livre, que corre em busca dos seus sonhos e que estão sempre procurando melhorar, está cada vez mais distante. Claro que existem pessoas – e muitas – que não se contentam, mas…

    Beijos Eli;

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s