Deixe o rio fluir…

Por muito tempo exigi para meu caminho pinturas renascentistas com suas molduras douradas, piso de mármore fino, e um tapete vermelho a delimitar a trilha, relutava em simplesmente seguir os caminhos de terra que se apresentavam aos meus pés e, sem perceber, perdi tempo fazendo exigências a respeito de como as coisas tinham que ser pela estrada… Não é que não mereçamos todas as riquezas que imaginamos em sonhos, não é também que eu acredite que não devamos esperar nada, não é que eu queira pregar resignação ou apatia, não, de jeito nenhum, é algo sutil que devemos respeitar, só isso. Precisamos respeitar que não podemos querer orquestrar como tudo acontecerá, a estrada não é você quem escolhe, fique feliz em poder escolher o destino. O “como” não deveria ser sua preocupação. Tenha a leveza e a sabedoria necessária para admirar sorrindo as coincidências e os misteriosos encaixes que magicamente serão lançados sob seus pés. Perceberá que você não pode querer controlar tudo, precisa saber se deixar levar pelas forças, pelos caminhos, pela vida. Deixe o rio fluir.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sonhar. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s